Informações educativas

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Os Três Reis Magos vão ao Presépio: Parte 15


A frase

"Como é estranho ambicionar o poder e perder a liberdade". Tem observador da cena.

A Vidente: Previsões para 2015, parte 3


Câmara dos Deputados aprova reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física

A Câmara dos Deputados aprovou, há pouco, emenda à Medida Provisória (MP) 656, reajustando os valores da tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) em 6,5% a partir do ano que vem. A emenda foi aprovada simbolicamente e contou com o apoio da unanimidade dos deputados presentes à sessão da Casa. Todos os líderes, exceto o do governo, encaminharam pela aprovação da correção da tabela.


Base de cálculo Alíquota % Parcela a deduzir do IR
Até R$ 1.903,98
De R$ 1903,99 a R$ 2.853,44 7,5 R$ 142,80
De R$ 2.853,45 a R$ 3.804,64 15 R$ 356,81
De R$ 3.804,65 a R$ 4.753,96 22,5 R$ 642,15
Acima de R$ 4.753,96 27,5 R$ 879,85

O problema no Ceará é a evasão no Ensino Médio, diz estudo

No Ceará, 20,9% das pessoas com 25 anos ou mais não possuem, sequer, um ano de acesso ao ensino. O índice aponta que a cada cinco adultos cearenses, um não tem instrução. 

O percentual foi demonstrado pelo estudo Síntese de Indicadores Sociais (SIS), que identificou, ainda, só pouco mais da metade (52,9%) dos jovens cearenses entre 15 e 17 anos frequentando o ensino médio. Já sobre a frequência no ensino fundamental, a taxa do Estado é de 92,9%.

69% vivem com até um salário mínimo no CE

O estudo Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2014 revela que 69% da população do Ceará tem renda familiar per capita de até um salário mínimo em 2013. O estudo foi divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o estudo, no Brasil, até 6,4% da famílias recebiam até um 1/4 do salário mínimo em 2013. No Ceará, essa proporção era de 15,6%. O percentual de famílias cearenses que ganhava mais de cinco salários mínimos era ainda mais baixo, 1,8% ante 4,8% no País. 

Senado garante reajuste salarial


 
O Senado aprovou ontem aumentos salariais para a presidente da República, ministros de Estado, parlamentares, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o procurador-geral da República (PGR), em 2015. A aprovação ocorreu em votação simbólica, quando não há contagem nominal de votos, horas depois de a Câmara aprovar as alterações.

Pelas propostas, os ministros do STF, o procurador-geral, Rodrigo Janot, e os congressistas vão passar a ganhar R$ 33.763 a partir de 2015. Por decisão do Planalto, no entanto, a presidente Dilma Rousseff e os 39 ministros terão salários menores, recebendo R$ 30.934,70.

TSE concede registro a Paulo Maluf

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou ontem um recurso da defesa do deputado Paulo Maluf (PP-SP) e deferiu seu registro de candidatura. Com isso, ele será diplomado e assumirá um novo mandato a partir do ano que vem. 

A reviravolta aconteceu devido à composição do TSE. Na votação em que o político foi barrado com base na Lei da Ficha Limpa, em setembro, por 4 votos a 3, a corte contava com o ministro Admar Gonzaga.
Nesta quarta, Admar foi enviado pelo TSE a uma viagem oficial e em seu lugar participou do julgamento o ministro Tarcísio Vieira, que votou a favor de Maluf e virou o placar.

Policial Militar é preso por falsificar certificados de ensino

Um policial militar lotado no município de Baturité, a 93 quilômetros de Fortaleza, foi detido na Capital suspeito de falsificar certificados de uma instituição de ensino profissionalizante. A prisão em flagrante ocorreu na manhã de ontem, em Messejana.
Hiago Cavalcante Guimarães, 22, visitou uma gráfica e solicitou que um funcionário reproduzisse um carimbo. Ele apresentou o certificado de conclusão de curso e pediu que o carimbo fosse exatamente igual ao do documento, inclusive utilizando a mesma tinta.
O pedido de Hiago chamou a atenção do proprietário do estabelecimento, que procurou a unidade profissionalizante para saber se realmente existia o interesse em produzir o carimbo. O empresário foi surpreendido pela coordenação ao saber que Hiago não estava no local a mando da instituição de ensino. (DNordeste)