Informações educativas

sábado, 20 de maio de 2017

Poranga: justiça determina a transferência de presas para presídio na capital

Socorro (Ararendá)                Paulinha                 Ana                                     Aline
O Dr Thales Pimentel Sabóia, juiz substituto titular da comarca de Poranga, determinou a transferência de todas as  presas ( no total de 4) que estavam recolhidas na cadeia da cidade de Poranga, para o presídio feminino Auri Moura Costa na cidade de Fortaleza.

 As presas transferidas foram :
Paulinha, Ana Carvalho, Aline e Socorro.


As quatro detentas foram transferidas na manhã desta sexta feira 19/05/2017, sob a escolta policial dos soldados Olavo e Carvalho do destacamento policial de Poranga. (Ipaporanga Notícias)


Neném do Cazuza de Ipueiras recebeu dinheiro da JBS, diz jornal Cearanews7


A JBS é investiga na operação Lava Jato por ter pagado proprina ao PT e seus aliados para financiar campanhas políticas, nos mais diferentes estados do país. No Ceará, 32 candidatos (entre vencedores e vencidos) ao cargo de deputado federal receberam dinheiro da empresa.

Pois não é que até aqui em Ipueiras o candidato a deputado federal Neném do Cazuza recebeu dinheiro da Empresa também, diz lá a matéria, foi R$ 200.571,51 (duzentos mil, quinhentos e setenta e sete reais e cinquenta e um centavos).

E foi mais gente. A Augusta Brito tá lá no meio também, foi R$ 149.000,00 (cento e quarenta e nove mil reais). Agora aquele Balhmann foi um dos que mais receberam, pasmem, R$ 1.600.000,00 (um milhão e seiscentos mil reais).

Já o Jeová Mota recebeu só 557 reais, não dava nem pra pagar dois dias de gasolina numa campanha... kkkk


Chove em 23 municípios do Ceará neste sábado; Cariri registra maiores precipitações

Até a manhã deste sábado, 9h25 min, de acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), choveu em 23* municípios cearenses. As chuvas mais intensas foram registradas nos municípios de Lavras de Mangabeira (posto Arrojado) e Cedro, no Cariri, com 69 e 40,6 milímetros (mm) respectivamente.

Outras cidades, com as precipitações mais intensas, foram em Ipaumirim (posto Canaúna – 30 mm), Parambu (posto Canabrava – 26 mm), Maracanaú (posto Maracanaú – 25 mm), Baixio (posto Baixio – 24mm) e em Aurora (posto Aurora – 21mm). Em Fortaleza (posto Messejana) choveu 5,6 mm.


Para este sábado, a previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva durante esta manhã, e nos períodos tarde e noite, céu parcialmente nublado. No domingo, 21, entre a madrugada e a manhã, nebulosidade variável com possibilidade de chuva. Ao longo do dia, céu parcialmente nublado. (O Povo).

Temer vai pedir suspensão de inquérito no STF

O Presidente Michel Temer (PMDB) vai pedir a suspensão do processo no supremo até que seja reallizado perícia nas gravações, já que peritos a pedido do Jornal Folha de São Paulo analisou e disse que o áudio foi editado (50 cortes).

Como a procuradoria não analisou tecnicamente o áudio, para Temer o processo deve parar já que ele foi vítima.

Ele fará pronunciamento a nação na tarde deste sábado. 

Grupo explode agência dos Correios de Independência e faz reféns

Um grupo de assaltantes em uma caminhonete explodiu e assaltou na noite dessa sexta-feira, 19, por volta das 23h30min, a agência dos Correios de Independência, a 309 quilômetros de Fortaleza.

De acordo com informações da Polícia Civil de Crateús, no município vizinho e que investiga a ação, homens armados fizeram moradores da cidade reféns e levaram aproximadamente R$ 1 mil da agência, segundo o gerente do estabelecimento ao registrar o crime.

Durante a ação, os suspeitos (sem quantidade definida) efetuaram alguns disparos com as armas de fogo, mas ninguém se feriu. Depois, soltaram os reféns e fugiram em direção a uma localidade na zona rural de Independência. A Polícia Civil de Crateús realiza diligências à procura de prender suspeitos. Porém, até o momento, ninguém foi preso. Redação O POVO Online


hoje é dia do Pedagogo


sexta-feira, 19 de maio de 2017

Homem tem pertences furtados de veículo estacionado no centro de Ipu

O senhor Francisco de Assis Alves Mesquita, 63 anos, residente em Varjota, procurou a Delegacia de Polícia Civil de Ipu na manhã desta quinta-feira (18/05) para fazer um B.O. relatando que foi furtado na última terça-feira (16), por volta das 10:00hs da manhã no centro de Ipu.

Francisco informou que trabalha realizando entregas em um caminhão baú e na ocasião estacionou o veículo próximo a Praça da Igreja Matriz mas não travou a porta, e foi realizar entregas no centro comercial de Ipu, quando retornou ao veículo constatou o furto de uma mochila que tinha dentro a sua carteira com os documentos, RG, CPF, Título de eleitor, cartão do PIS, cartão de crédito, cartão de conta corrente, folhas de cheque em branco. Também furtaram uma jaqueta preta do Bota Fogo.

Quem souber informações sobre os documentos do senhor Francisco entrar em contato pelo telefone (88) 9 9608 2000, que será gratificado. 
Reportagem Ademir Gregório


Plano B - do Ceará

Ala do tucanato defende o nome do senador Tasso Jereissati (CE) para suceder Temer na Presidência, caso ele deixe o Planalto e haja eleição indireta.

Planalto desconfia que gravação de Joesley foi editada e envia áudio de Temer a peritos

Rebobine, por favor O Planalto decidiu enviar a peritos a gravação feita pelo empresário Joesley Batista, da JBS, com o presidente Michel Temer. Auxiliares do peemedebista desconfiam que a conversa foi editada. Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma “conspiração”, como ele próprio disse a aliados inicialmente. O grampo foi feito por Joesley antes de ele e executivos de seu grupo fecharem acordo de delação com a Lava Jato.
Pode Arnaldo? Palacianos vão, ainda, reforçar o discurso de que o grampo foi ilegal, feito sem autorização da Justiça. E questionarão a decisão a Procuradoria-Geral da República de validá-lo.

Áudio representa o striptease moral de Temer

Data: 7 de março de 2017. Local: Palácio do Jaburu. Quando o amigo Joesley Batista, expressando-se num idioma muito parecido com o português, pediu a Michel Temer que indicasse a melhor maneira “pra mim falar contigo”, o presidente não teve dúvida: “É o Rodrigo.” O dono do JBS, maior frigorífico do mundo, gigante do caixa dois e das propinas, soou como se aprovasse o preposto. “É o Rodrigo? Ah, então ótimo.” E Temer: “É da minha mais estrita confiança.”
Corta para a Pizzaria Camelo, no elegante bairro paulistano dos Jardins. Noite do dia 28 de abril de 2017. O deputado federal Rodrigo da Rocha Loures (PMDB-PR) —o “Rodrigo” que Temer credenciara como seu intermediário— foi seguido e fotografado pela Polícia Federal recebendo de Ricardo Saud, diretor do Grupo JBS, o conglomerado de Joesley, uma mala contendo R$ 500 mil. Era propina, informou a Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal.
Sem saber que Joesley escondia um gravador no bolso do paletó, Temer caiu numa cilada. Recepcionou no Jaburu não o amigo, mas um delator. Manteve com ele uma conversa vadia de 33 minutos. Nela, estimulou o interlocutor a conservar as boas relações monetárias que mantém com o presidiário Eduardo Cunha. Ouviu relatos sobre a compra das consciências de um par de juízes e um procurador da República. Como se fosse pouco, Temer autorizou o visitante a utilizar o seu nome para pressionar o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) a se “alinhar” aos interesses de sua empresa.
A conversa rendeu a Joesley e seu irmão Wesley um acordo de delação cujo prêmio incluiu um exílio dourado em Nova York. Quanto a Temer, o áudio resultou num rebaixamento político que o transportou da posição de presidente da República para a condição de protagonista de um inquérito criminal no Supremo. Ao escutar o áudio, liberado nesta quinta-feira pelo ministro Edson Fachin, da Suprema Corte, Temer celebrou: “A montanha pariu um rato.” Ficou demonstrado que, em Brasília, o pior cego é aquele que não quer ouvir.
Com interesses em guichês tão estratégicos quanto Receita Federal, Banco Central e BNDES, Joesley queixou-se a Temer de Henrique Meirelles. Embora estivesse na folha salarial de sua empresa antes de virar ministro da Fazenda, Meirelles vem refugando as demandas do ex-patrão. E o dono do JBS pediu a Temer um “alinhamento” de posições que lhe permitisse ser mais direto com o ministro: “Porra, Meirelles”. E Temer: “Pode fazer isso.”
Habituada a ouvir as mesóclises que adornam o linguajar rococó do constitucionalista Temer, a plateia ficou autorizada a indagar: Quando se deu a mutação do presidente que dizia estar interessado em passar à história como reformista para o administrador do “pode fazer isso”? Olhando-se ao redor, enxerga-se a presença de oito ministros que Temer insiste em manter no Planalto e na Esplanada como se a Lava Jato não tivesse descoberto nada sobre eles. Fica entendido que pode fazer também aquilo.

Candidatos têm até esta sexta (19) para se inscrever no Enem

Hoje (19) é o último dia de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados têm até as 23h59, no horário de Brasília, para se inscrever pela internet, no site do Enem.